Posts Tagged ‘tapioca’

BUZU NA BAHIA

julho 20, 2016

Rapaz, buzu em Salvador é uma onda. Não importa a distância, sempre vai ter um vendedor ambulante dentro. Se a viagem for longa, você é abordado, pelo menos, sete vezes.

Tem vendedor do picolé Paletas Falcão: cajá, coco, limão, tapioca (sim, tem sorvete de tapioca), amendoim, por apenas R$1,00. No inverno de 34º, hoje, todos os passageiros esvaziaram o isopor. O vendedor aproveitou o ônibus para ir pra casa porque já tinha vendido todos os picolés do dia.

Ruffles, Fandangos, pipoca doce, amendoins torrado e cozido; chocolate, halls, trident, barbeador, presilha de cabelo (“xuxa” na Bahia), plástico de documentos,  apenas 1,00.

Há também o vendedor das palavras de Jesus. Que morreu para pagar nossos pecados (coitado) e quem não seguir a Bíblia arderá no inferno para sempre. Nem os crentes suportam.

Até vendedor de escova de dente vende seu peixe. Isso mesmo! Compre três, pague R$5,00. Modelos para adultos e a nova linha “Kids”em formato de golfinho e  Princesa Frozen. Um sucesso.

Mas o melhor produto é a “Mãozinha”: aquele pedaço de pau com uma mãozinha na ponta para coçar a costas. “Pare de coçar as costas no canto da parede, na porta do banheiro. Com a mãozinha você pode coçar deitado no sofá, por apenas R$3,00“. Esse tá na minha lista de compras.

É proibido passageiro entrar com aparelho sonoro, mas a regra não fala do motorista. Pablo, Aviões do Forró, Veveta e Milk estão na playlist. Hoje vim para o trabalho escutando a narração da Bíblia por Cid Moreira. Impressionante, até acreditei na veracidade da história.

carinha_farinhaMatheus Tapioca

 

 

Anúncios

TEMPERO DA VIDA

abril 11, 2016

Quero te saborear com os cinco sentidos:
Passar a língua pelo teu corpo
Experimentando teu sal a gosto

Quero te saborear com os cinco sentidos:
Mexer o teu quadril sem parar
Para a vida nunca desandar

Quero te saborear com os cinco sentidos:
Observar teu ponto de ebulição
Revirando os olhos
Entrando em erupção

Quero te saborear com os cinco sentidos:
Fechar o olhos e sentir teu cheiro tomar o quarto, a casa, a vizinhança, o dia, minha vida

Quero te saborear com os cinco sentidos:
Ouvir teus gemidos
Pedindo mais

Quero te saborear com os cinco sentidos
Porque é com seu tempero que se faz a melhor tapioca

 

carinha_farinha
Matheus Tapioca

 

 

RETICÊNCIAS

abril 8, 2013

amor leve tranquIlo sem ponto fInal ponto parágrafo vIrgula ponto e vIrgula sem colocar os pIngos nos Is muIto menos aspas porque o amor é público e orIgInal apenas na prImeIra vez quero falar do amor suave sereno sem pavor cIúme ou dor o amor que nos faz andar sem os pés no chão não quero falar do sentImento com começo meIo e fIm apenas começo sem hIato paroxItonas oxItonas e proparoxItonas sem regras nem gramátIca sem pretérIto perfeIto amor sem Interrogações nem exclamações amor sem fIm aquele que quando quando a gente sente não tem dúvida se é amor nos deIxa sem palavras: que fala a mesma lIngua que não tem explIcação dIscernImento mas está tudo nas entrelInhas sua paz sua felIcIdade sem onomatopéIas com cacofonIas sem alfabeto ninguém sabe ler nem escrever apenas sentIr o vazIo sendo preenchIdo amor sem alInhamento à esquerda dIreIta ou justIfIcado amor sem escola amor que não se ensIna amor em estado bruto amor que escreve cartas de amor ridículas amor eterno sem rasuras e sem retIcêncIas para simplesmente fluir


carinha_farinha
Por Matheus Tapioca

JÁ COMEU TAPIOCA?

junho 28, 2009

michel_neuhaus

Sim, meu nome é Matheus Tapioca. Não é apelido, é sobrenome mesmo. Meu tataravô escocês morava no interior da Bahia quando começou a vender tapioca. O negócio cresceu e ele começou a exportar.

Assim, passou a ser chamado de Tapioca por toda a cidade. Acreditando fazer outro grande negócio e seguindo uma tradição escocêsa, registrou todos os filhos com o apelido. E, até hoje, só existe uma família Tapioca.

O problema é que ele não mediu as conseqüências desse despautério. Desde criança que ouço todo o tipo de piada. Já fui chamado de Mandioca, Paçoca, Taboca, Tapiroca (deste eu gosto), Tapica, Tapió e Beiju.

Morria de vergonha quando a professora fazia a chamada dos alunos na sala de aula. Porém, para cada piadinha eu tenho uma resposta na ponta da língua.

Coisa foi quando me alistei no exército. Era motivo de chacota de soldado a cabo, de tenente a coronel, falando horrores do prosaico nome.

Diziam que iriam fazer o teste da farinha, que se eu não passasse, seria preso e tomaria uns tabefes. Para quem não sabe o que é o ‘teste da farinha’, saiba que não tem nada a ver com culinária. Mas a brincadeira só durou até descobrirem que havia um Brigadeiro Tapioca.

Claro que as mais ousadas quando descobrem meu sobrenome, falam: “Ai, tapioca é uma delícia!”. Eu, treinado, respondo de bate-pronto: “Doce ou salgada? Eu consigo ser os dois”.Matheus Tapioca

carinha_farinha
Ilustração: Michel Neuhaus

Matheus Tapioca

HIC!

abril 27, 2009

Você sabia que cada soluço dura menos de um segundo e ocorre com freqüência normal e regular de 5 a 25 vezes por minuto? A ciência evoluiu, a medicina está cada vez mais avançada, mas ninguém descobriu ainda como se acaba com um soluço. É incrível. Na hora do soluço, o ser humano é capaz de realizar toda e qualquer simpatia para exterminá-lo.

E o que não falta é simpatia contra soluço. Cada pessoa tem uma e, invariavelmente, você testa. Além de ser engraçado para quem está vendo, é extremamente irritante para quem sofre desse mal.

Susto: Quem inventou essa crença de que susto afasta soluço? Há aqueles que ainda fazem de tudo para te dar um susto. E quando o susto vem junto com o soluço? É uma mistura de grito com “HIC!”.

Prender a respiração: deixe a coluna erecta, com o polegar e o dedo indicador feche o nariz, com os outros dedos e a palma da mão tape a boca. Aguente vários soluços sem soltar a respiração. Depois de ficar azul, solte e sinta o “HIC!” de novo.

Beber água ao contrário: tem gente que acredita nisso. Você tem que plantar bananeira e pede para alguém te dar um gole de água. Patético.

Queimar um fósforo dentro de um copo d’água: você acende e joga-o dentro do copo. Tome a água em seguida. Que sentido faz isso? Mas há quem faça.

Algodão molhado na testa das crianças: quantos bebês já não tiveram um algodão molhado em suas testas? Coitadas.

Dê goles de água e repita:
– Soluço vem, soluço vai para quem te quer, te quer bem.

Como é?
– Soluço vem (beleza, já veio), soluço vai para quem te quer (quem é que quer?), te quer bem (te quer bem? Ninguém merece).

Em cada gole d’água diga “Jesus, Maria, José”: por que a maioria das simpatias envolve água? O que Jesus, Maria e José têm a ver com o seu soluço? Não sei, mas eu faço essa simpatia sempre e posso provar: não funciona.

Fitinha vermelha amarrada no pinto do bebê; colocar um palito de fósforo atrás da orelha; contar até 10, dar 7 pulinhos e tomar 3 copos d’água; encher um balão; comer açúcar, enfim, a pessoa pode ser a mais cética do mundo, mas ela tenta uma simpatia para esse fenômeno que consiste numa contração diafragmática involuntária, espasmódica, que produz o início de movimento inspiratório, o qual subitamente é detido pelo fechamento da glote, com a produção de ruído característico.

Matheus Tapioca


%d blogueiros gostam disto: