MEU AMOR NÃO CABE EM MIM

Meu amor não cabe em mim: vai a Paris, se expõe no Louvre, se joga da Torre Eiffel.

Meu amor não cabe em mim: vai à Bahia, reza a todos os santos, roga a todos os orixás.

Meu amor não cabe em mim: está em Sampa, entre Rodésias e Purpurinas, esperando na Rua Girassol, chegar na Harmonia.


carinha_farinha
Por Matheus Tapioca

Uma resposta to “MEU AMOR NÃO CABE EM MIM”

  1. Natalia Says:

    não pára na Purpurina?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: