LARS VON TRIER

Sim, eu sai no meio do filme de Lars Von Trier, “Melancolia”. Levantei, com o nariz em pé e bati a porta da sessão lotada, enquanto todos olhavam para mim com desprezo.

A vida já está dura o suficiente para entrar no planeta melancolia. Que, como disse um amigo, tem mais a ver com a vida européia, do primeiro mundo, sem questões mais importantes para resolver. Como as nossas do terceiro mundo.

Não quero entrar tão fundo no meu âmago. Tirei férias, por tempo indeterminado, do meu analista. Para que entrar tanto e sair cada vez pior?

Prefiro ficar aqui fora e me enganar com as coisas doces da vida. A felicidade da ignorância não sente culpa.

Todo mundo gosta de se enganar. Se engana com o álcool, as drogas (lícitas e ilícitas), religião, até com o amor a gente gosta de se enganar.

Basta você assistir dez minutos de Datena para ver que o planeta Melancolia é lindo, perfeito, com mulheres lindas e refinadas. Aqui, o buraco é mais embaixo, Lars Von Trier.

Fique ai com sua tristeza e seus expectadores tristes que eu vou ali, ser feliz numa mesa de bar.
Matheus Tapioca

carinha_farinha
Ilustração: Manuel Scrofft
Curtiu? Compartilhe:

Tags: , , , , ,

6 Respostas to “LARS VON TRIER”

  1. carina Says:

    Eu sinto um cheiro de polêmica no ar rsrs. Bem, eu assisti o filme e gostei muito. Não acho que seja uma questão apenas de “1o mundo”. Acho que por mais que tenhamos problemas externos como falta de dinheiro, violência, etc. Temos problemas inerentes ao que somos. Depressão é sim um mal comum nos dias de hoje, que atinge gente de qualquer cor, raça, classe social ou religião. Mas acho que o filme aborda outros aspectos também, como na segunda parte, quando o planeta está para atingir a terra. Mostra como quem já perdeu a esperança de viver lida com isso e como quem ainda quer viver lida. E como a iminência da morte mostra a fragilidade do ser humano, a impotência, etc. Acho bonito, e acho uma questão universal, não apenas uma questão européia.
    O Brasil pode também produzir filmes universais e menos regionais. O que eu mais ouço dizer é que o Brasil só produz filmes sobre ditadura, tráfico de drogas e favela. Existem outras questões que nós brasileiros também sentimos.
    Sobre se enganar, eu concordo que seja bom às vezes. Fugir desse vazio que a gente sente né? Mas até quando? Outro dia li uma coisa muito interessante sobre ao invés de fugir do vazio, enfrentá-lo e produzir algo de bom pra gente. Vou ver se acho e te passo depois.

  2. Carol Says:

    que delicia ler isso.

    dei tchau à minha analista ha um tempo. dei tchau ao exercício da psicanalise porque sempre tive coisas mais urgentes a resolver.. como, por exemplo, as contas a pagar todo mês… não tinha tempo pros meus mimimis. Nem pro dos outros. Nem tinha tempo pra falta de grana.

    A vida é doce. Engano é achar que não.

  3. cida p martin Says:

    Gostei da atitude.Devia ter feito o mesmo!

  4. jorge jr. Says:

    jorge curtiu isso (de certa forma).

  5. Ô Nelson Says:

    Não assisti ao filme. Mas também não sairia no meio da sessão, afinal se entrei num filme do Lars Von Trier, e ainda mais chamado Melancolia, é porque sei o que vem pela frente.
    Mas até que concordo… que fique com a tristeza quem quiser… é isso mesmo… temos tempos, assuntos e espaços para todos… é simples respeitar cada um na sua…
    Concordo que existem questões mais urgentes, como a conta do mês, sofro com isso como qualquer brasileiro.
    E concordo com a Carina os sentimentos são um tema universal. Vale pra qualquer um. E, na minha opinião, quanto mais soubermos lidar com eles, cada um a seu jeito (até ignorá-los serve), fica a vida mais gostosa!

  6. Flávia Says:

    Adorei o filme Tapioca…acho que ele quis mostrar que a melancolia é realmente o fim do mundo para qualquer ser humano e ofez isso com as imagens mais belas que já vi no cinema. Sou fã dele por sua coragem e transparência, mas também admiro sua atitude porque é ridículo ficar vendo algo que você absolutamente não concorda só porque os outros curtem…

    Bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: