QUINTO DOS INFERNOS


Se não existir vida após a morte, é muita sacanagem! Nem que seja o inferno, mas tem que existir. Todo mundo nasce com uma religião e toda religião acredita na tal da outra vida.

Você sabe desde criança que deve ser honesto, generoso, bom, humilde, fiel, leal para não arder nas chamas do tinhoso. Sofre anos, se sacrifica, se humilha, se fode a vida inteira para acabar morto, sem uma segunda vida?

E o espírito onde é que fica nessa história? Não existe “espríto”? E o que é esse sentimento que temos uns pelos outros, num piscar de olhos, num sorriso, num beijo, num amor? Essa coisa que tem nome, mas não tem significado?

Muitos acreditam que precisamos evoluir como espírito nesta vida, para chegar num estágio mais elevado na próxima encarnação.

Isso quer dizer que se vim pobre e bonzinho nessa, na próxima serei rico? Então vai ter rico pra carambra na minha outra vida. E se eu voltar peixe? Nada?

Tenho uma amiga (ateísta, que acredita que morreu, acabou e ponto) que me disse: “Se a pessoa morre acreditando que há vida após a morte, para ela, haverá outra vida.”. Achei bonito, até poético. Mas, eu, preciso saber AGORA se vai ter ou não essa merda.

Se eu vou mudar? Claro! Não vou sair matando todo mundo, mas vou deixar de engolir muito sapo. 2012 tá logo aí! Para que vou me estressar? Não vou evoluir mesmo. Vou pra Bahia, pra Tailândia, pro quinto dos infernos.

E lembrar que você passou os melhores vinte anos da sua vida numa sala de aula para evoluir. “Saber que é humano/Ridículo, limitado/Que só usa dez por cento/De sua cabeça animal…”. É por isso que eu acredito em vida após a morte.

E se não tiver? É muita sacanagem!
Matheus Tapioca

carinha_farinha
Ilustração: Michel Neuhaus
Toda segunda uma nova crônica

Tags: , , , , , ,

12 Respostas to “QUINTO DOS INFERNOS”

  1. andreia Says:

    Existencialismo em plena segunda feira? Estou coordenando uma excurssao para que todos se fodam no inferno, caso haja interesse ainda temos algumas vagas.rs… Nessa vida tenho ao menos suas cronicas para me divertir as segundas. AP

  2. Lila Says:

    Tenho que concordar velho,tem que existir…
    Ai,ai,viu!!

  3. Saperlipopette Says:

    hummm… e se você começar a viver a “vida apos a morte” antes de morrer?!!! Serão duas vidas (antes e depois da morte) bem vividas ;)

  4. Miguel Solano Says:

    Tem sim, meu velho. Acredite. Tem que ter. kkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Renato Says:

    Eu acho que todo mundo nasce ateu. E também acho que “wishful thinking” é como tomar cerveja: quanto mais você consome, mais fácil se ilude – pra no final, com dor de cabeça, descobrir que era tudo “de mentirinha”.

  6. Renato Says:

    E, pra não parecer ranzinza, gosto de pensar que já que vejo esta vida como única e que não há nenhuma entidade que a controla, é melhor que eu faça o melhor que puder e obtenha o máximo dessa experiência.

  7. Daniela Lacerda Says:

    Não posso te dar certeza, pois não morri. Mas sei que os espíritas avisam pra você evitar o máximo ir com pendencias por aqui, para não ter que voltar pra resolver…mas se isso for verdade eu bem queria ter uma rusguinha com vc para voltarmos amigos juntos novamente e podermos rir muito de tudo isso juntos (traria não só você, mas os outros 3 mosqueteiros também). Já imaginou o tamanho da briga que vou ter de arrumar?

  8. carina Says:

    Não penso muito se existe ou não vida após a morte. Essa vida de agora já me consome demais… hehe Se é que existe algo lá do outro lado (se é que há outro lado), não sei, mas gosto dessa teoria da evolução do espírito. É uma forma de tentar convencer-nos a ser pessoas melhores. Só acho que o resultado não é vir reencarnado em uma pessoa mais evoluída, e sim os frutos que vc colhe em vida por ser alguém que se esforça em ser melhor.

  9. jorge jr. Says:

    como diria martinho da vila, esse post “tá delícia, tá gostoso”!

  10. Andréa Says:

    Menino, se não tiver vida após a morte, isto pode ser classificado como a maior sacanagem do Criador.

  11. Maíra Says:

    sei lá. nesta vida, a outra nunca me fez falta… nasci atéia.

  12. mali Says:

    Eu discordo com todo mundo nasceu com uma religião.
    Eu tô com Maíra.
    Não acho que seja sacanagem não ter outra vida.
    Não acredito que tenha outra vida depois dessa. Não vou ser uma pessoa melhor ou pior porque tem ou não tem outra vida.
    Se religião melhorasse as pessoas seria ótimo, mas eu acho que só piora. Guerras, discórdias, brigas em nome da religião. A intolerância é devastadora. Já fui vitma de preconceito por ser atéia.

    Vou morrer e vou virar adubo de plantinha.
    Feliz da vida!
    Vou viver!
    Não quero recompensa, nem punição depois.
    Já tenho punições e recompensas na minha vida.
    E não deixo de viver a minha vida plenamente!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: