PERSONAGENS

Descobri recentemente que quando uma pessoa quer dizer que fulano é uma “figura”, em espanhol é um “personagem”. Achei a expressão muito apropriada. Porque, na realidade, todo mundo é um personagem de si mesmo.

Ninguém se mostra como realmente é. Sempre há uma máscara, um disfarce, um papel para representar. No trabalho somos um, em casa outro. Com a galera somos de um jeito e com a namorada de outro.

Você fala a língua de neném com seus amigos? Com a namorada sim. Você mostra tudo que posta nas redes sociais para seus pais? Tenho amigos que morrem de medo dos pais entrarem no Facebook e verem tudo o que eles publicam em fotos, vídeos e depoimentos.

Numa entrevista de emprego, usamos roupas para representar o papel do melhor profissional disponível no mercado. No início do namoro, somos o melhor partido da área. E para conhecer a família da namorada? Tudo ensaiado, lavado e politicamente correto.

Ninguém quer mostrar seus defeitos. Ninguém quer ser visto como egoísta, mesquinho, pequeno, chato, problemático, muito menos, mau. E todos nós temos todas essas características.

Até Alter ego a gente inventa. Um segundo eu, porém perfeito. Aquele cara condescendente, amigável, compreensivo, educado, fofo, um amor. Por isso ninguém entende quando aquela pessoa tão meiga é capaz de esquartejar a namorada.

Alguém me explica como podem existir pessoas que choram, esperneiam, dão chiliques, dormem na fila só porque seu popstar vai tocar num show para cem mil pessoas? Se fosse só para você, vá lá. É o papel de fã tão bem representado que merecia um Oscar.

Tem gente que se veste e se comporta como hippie, punk, clubber, intelectual, largado, moderninho, alternativo, subversivo, careta, rebelde. Há ainda pessoas que se fantasiam só para poderem ser o que realmente são.

Por que nem sempre somos o que gostaríamos de ser? Temos medo das pessoas (a platéia) não gostarem da gente? Ser você mesmo é tão ruim assim? Não acho.

Já reparou que quando estamos num lugar que nunca estivemos antes e não conhecemos ninguém, somos nós mesmos?

Sem essa de “Seja você mesmo”. Adoro os personagens, as figuras, os papéis. A vida fica muito mais divertida e as pessoas também. Afinal, personagens sempre são capazes de nos surpreender.

Matheus Tapioca

carinha_farinha
Ilustração: Michel Neuhaus

Tags: , , , , , ,

8 Respostas to “PERSONAGENS”

  1. andreia Says:

    Não use máscara e enloqueça os mascarados.Ninguém se merece ou desmerece por ser ou agir de um determinado jeito, é apenas um jeito de sentir como o “outro” te ve realmente.
    Curti o último parágrafo, lúcido, mas poderia ser insano!
    Meu próximo personagem no facebook: a Rê Bordosa, essa nem o próprio criador deu conta!!!
    AP

  2. joão Says:

    Mas quem é você?
    Como sabe que está sendo você mesmo, ou um personagem que você acha que é você?

    É muito difícil saber. O auto conhecimento é uma jornada sem fim.

  3. Carol Chaves Says:

    Adorei esta crônica porque super me identifiquei…
    Visto vários personagens quase que diariamente e mais que isso, tenho 2 alteregos que aparecem com certa frequência.
    Inclusive Deise e Diana te esperam no sítio semana que vem, morrendo de saudades…
    ;-*

  4. jorge jr. Says:

    maravilha, thetheu!
    agora me diz uma coisa: o mau humor ao telefone é seu mesmo ou é um personagem inspirado no rabugento, no smurf ranzinza ou no ursinho gummi bronquinha?

  5. danieldelara Says:

    Ouso dizer que mudaria uma coisa só. A melhor frase poderia ser uma afirmação. “Temos medo das pessoas (a platéia) não gostarem da gente?”
    O mundo vive uma hipocrisia impressionante. Eu vivo uma hipocrisia imprssionante. Parece que é mais forte que eu. É tipo o lance “quero fazer o bem mas quando vejo, estou fazendo o mau”.
    Julgamos as pessaos o tempo inteiro e tb somos julgados. Temos medo desse julgamento. Quando nos aproximamos das pessoas e mostramos que realmente somos, fracos, limitados, cheios de manias, e a amizade ou casamento ou qq relação continua depois disso aí sim podemos dizer que é veradeiro. Antes disso é mera atuação no mundo falso.

  6. sonia Says:

    sou o q sou…
    gostem ou não!!!!!!

  7. Luana Says:

    É isso mesmo!

    Todo tem vários personagens, mas poucos assumem isso.

    Mto bom…

  8. Leila Says:

    Eu já me dei tão mal por ser eu mesma… mas ainda prefiro deixar sempre as máscaras de lado, pelo menos sei q sou amada ou odiada pelo q sou ;)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: