VOCÊ FALA COMO EU FALO?

Sem dúvida, o maior problema enfrentado por um baiano fora da Bahia é o seu jeito de falar. Quando a pessoa consegue entender o que a gente fala, somos mal interpretados.

Sempre acham que estamos sendo curtos e grossos. Mas não somos grosseiros, não estamos zangados, nem bravos com ninguém. Isso é apenas o jeito de falar.

Baiano não fala “Não sei”, diz “Sei lá!”. Chama de “Rapaz” e “Velho” qualquer pessoa, seja homem ou mulher. E apelida de “Sacana” o seu melhor amigo.

Baiano diz “Eu te amo” na primeira noite, e é verdade. Fala no diminutivo qualquer palavrinha. Para o baiano, loira, gaza, sarará, negra todas são “Morena”.  E não há palavra que mais faça parte do vocabulário baiano do que “porra“.

O problema é tão sério que o dicionário de baianês já é quase um best-seller. E baiano falando inglês? Você acha que eles largam o sotaque? Para conseguir entender um baiano em português já é difícil. Mas nada é mais incompreensível do que um mecânico de carro explicando o problema no motor.

O tão criticado atendimento baiano é só pelo jeito de falar. Baiano é sincero, objetivo. Sua turma viaja e pede quinze pizzas de uma vez, num restaurante de quintal em Morro de São Paulo, o dono da pizzaria fala: “Não. Nunca fiz quinze pizzas. Só faço dez.”.

Que mal há nisso? Foi só o jeito de falar. Se ele falasse “Desculpe, mas vendi tanta pizza hoje que a massa acabou. Só posso fazer dez.”, você iria reclamar?

A vendedora de sorvete tenta atender o turista:
– Eu queria um sorvete de limão.
– Não tem.
– De umbu?
– Não tenho.
– De acerola?
– O senhor já gosta de um azedinho, né não?

Viu só? A pobre da mulher foi vista como mal criada. Só pelo jeito de falar. Quando baiano acha algo estranho do colega, pergunta “Você é viado, é?”. Sendo o colega gay ou não.

Baiano tem mania de pegar nos outros enquanto fala. Isso não quer dizer que a pessoa está paquerando, ou é uma pessoa pegajosa . É só um jeito carinhoso de falar. E por causa disso, já ouvi muito “NÃO ME TOQUE!”, como se eu tivesse Ébola.

Desde que sai da Bahia, deixei de tocar nas pessoas, de olhar no olho, de falar “sei lá” e “Velho”, mas nunca vou deixar de chamar você de “Minha linda”.

Matheus Tapioca

carinha_farinha

Toda segunda uma nova crônica. Acompanhe.

Matheus Tapioca

Tags: , , , , , , ,

25 Respostas to “VOCÊ FALA COMO EU FALO?”

  1. Larissa Says:

    aiiiii
    chorei!
    precisarei sair da Bahia por um tempo e já tô mal desde agora…
    sentirei falta do sotaque, do jeito louco de conversar no ônibus, das risadas
    sem motivo quando vejo alguém vendendo bala no buzão, do pôr-do-sol na Barra e do viado do meu irmão, aquele sacana.

    ahhh Bahiaa

  2. Mariana Lima Says:

    Nao é pq eu me senti identificada… Nao é pq somos amigos… Nao é pq eu me acabei de rir com a cronica… Mas cada dia vc escreve melhor… Melhor de verdade!
    Siga assim, velho!
    Vc bota pra fude, sacana!
    BJS

  3. carina Says:

    ô que bonitinho! amo os sotaques da bahia pra cima, viu? conheço pouco de baianês mas ando completamente apaixonada por pernambuquês. e nesse carnaval, eu já louca de whiskey comecei a puxar papo com um olindense com o meu parco”pernambuquês” sabe o que ele me disse? Tu é do Rio Grande do Norte, visse? hahaha eu disse: é, isso mesmo!

    não deixe essa paulistada acabar com sua baianidade nagô, Tapis. “Ser regional é ser cosmopolita”!

    bjooo

  4. jorge jr. Says:

    você é viado, sacana?

  5. di Says:

    moço me vende 3 limão?
    -n posso patrão n deixa
    e um suco de limão vc vende?
    -5 real 500 ml
    então me vê pra viagem sim?… rs
    :*****

  6. Carolina Says:

    É bem verdade que já me acostumei com esse jeitão baiano, mas Matheus, você devia ter publicado esse texto algumas semanas antes de vir conhecer a família MINEIRA da Jana – a gente ia te achar bem mais “normal”!

  7. Mali Says:

    PORRA!!! Ficou di fudê essa crônica!
    Hehehehe

    No ano de 2006 eu pude sentir isso que vc escreveu. Estive em São Paulo e muitas vezes as pessoas pediam pra eu repetir ou falar mais devagar.
    Mas, o mais legal é que algumas pessoas achavam que minha voz era igual a de Ivete Sangalo!!! Imagine?!

    Um beijo enorme

  8. Adri Says:

    Como já dizia o mestre…
    “…Tudo na Bahia
    Faz a gente querer bem.
    A Bahia tem um jeito,
    Que nenhuma terra tem!…”
    Dorival Caymmi

    Bem verdade que o baianês, é bastante criticado por aí a fora, sua crônica, nos faz refletir muito sobre isso.
    Sem falar na mania pertinente de nos imitar sempre, já virou moda imitar baiano.
    rsrs… Ri muito com a crônica, parabéns.

  9. Gabi Says:

    E uma amiga branquinha que veio de SP passar uns dias em SSA. Assim que chegou em Praia do Forte, a baiana do acarajé disse sem cerimônia: “vá passar filtro solar!” Bom, todos temos inúmeros exemplos q comprovam o que vc disse. Interessante é q nunca tínha visto o baianês por essa ótica da “grosseria”. Ótima crônica! Bjs

  10. Leila Says:

    Eu estava saudosíssima de ler esses textos!!! rs
    Como uma boa baiana, mas branca q nem leite (vixe, nem fale!!), não vou mentir q me dá uma raivinha d ouvir um “morena” na rua!! Dá raiva de ser branquela! kkkkkkkkkkkkkkkkk ô miséra!
    E o “que saúde morena”?? ;)

  11. Freitaz Says:

    Muito foda! HIOUAEHIOAEUHAE
    Não concordo, mas adorei! haeioueha
    Simboooora môpovo!

  12. Aminthas Says:

    Há alguns pontos com o qual eu concordo, mas de um modo geral, creio que a dificuldade de entender o baianês é mais relacionada a gírias locais e não ao sotaque em si, além do mais a Bahia tem muitos sotaques, dependendo da região – e eu adoro todos!!!

  13. Helenita Says:

    Baiano é bom demais !! Adorei a crônica !!

  14. maria helena Says:

    Este homem será o nvo Ubaldo em nossas vidas ??????
    bjs
    é uma delicia mesmo, quando escreve da terrinha….

  15. Cida Says:

    Fora da Bahia, dentro do Brasil, muitas vezes me sinto em outro país, parece que as pessoas não sorriem com tanta frequencia , as “criaturas” estão sempre com pressa.E realmente existe uma dificuldade de compreensão. Se eu vou arrodear a praça pegar o buzú para encontrar a sacana da minha amiga , que esta ficando seca e amarela , qual o problema ?
    Mas em Goiania é “dê rreito”, ( desse jeito ) a minha amiga “não dá conta” de me entender, ela diz que eu sou muito “custosa”.Então vamos tomar um caldin na chacrinha do Celsin ou do Junin.

  16. Katiuska Says:

    Amei !!! aliás eu não conhecia seu lado escritor, mas saiba que estou adorando!!!! Parabéns !!!!!!!!

  17. andreia Says:

    Eu entendo Tapi e acho uma graça…Amo gent com sotaque e expressões do Nordeste, mas foi preciso um tempo d convivência por lá para me apropriar,rs…
    Vô embora se não, num consigo sair:
    Escritor bom da”porra”!!
    AP

  18. jaqueline Says:

    poxa amei essa crônica baianês um certo dia conversando com um paulista ele mim perguntou porque o baiano fala cantando eu respondir os melhores artitas e da bahia ok!

  19. Fernando Says:

    Mas se tu for conversar comigo “não réle em mim não!”…rsrs
    Hilário com sempre. Abçs.

  20. Juliana Galluccio Says:

    Porra Theus, me matei de rir.
    Você escreve bem pra caralho mermão.
    Rsrsrsr!!! Adorei…parabéns!

  21. Sonia Says:

    adorei!
    acho q o charme e a simpatia do bahiano,
    tem mto a haver com seu jeito gostoso de falar.

  22. Jai Says:

    Eu sou baiana, moro em São Paulo há 7 anos e amei o texto! A conclusão é perfeita, pois eu também jamais vou deixar de chamar os homens ao meu redor de: “meu querido”, “meu lindo”, “meu doce”….Enfim, somos diretos, mas muito amorosos!

  23. Ninha Says:

    Botou pra fuder hen nego, sou baiana graÇas a Deus, adoro a bahia, ö terrinha boa viu, da uma raiva da porra dessa gentinha metida a besta que ñ gosta do nosso povo da nossa cultura, isso ai é pura inveja por aqui é onde vive os bons o resto é pura merda, väo todos para a casa do carralho, òxe, quem ñ gosta dos baianos(as) e piorou da bahia nem se bote por que se vim é aquilo mermo, um abraÇo para todos os bahianos(as) e turistas que amam e adimira està cidade maravilhosa. BAHIA

  24. dailda santos Says:

    oxi estou morando na bahea a pouco tempo ja estou achando muinto estranho a falar das pessoas do jeito quer olhar para gente
    mais aki e muinto legal estou adorando mora aki…..

  25. Karina Gabrielle Says:

    ADORO MEU LINDO!
    =-]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: