BRAVO! BRAVO! BRAVO!

Michel_Neuhaus_bravo
Quem não gosta de receber aplausos? Ou tem alguém ai que prefere ser vaiado pela torcida do Flamengo? Todo mundo fica feliz quando é elogiado pelo chefe após virar a noite no escritório, pela mulher depois de fazer amor, pelos amigos e, especialmente, pelos inimigos.

Toda modéstia é falsa. Que mulher não gosta de ser admirada pela roupa que passou duas horas para escolher? Que homem não gosta de ser reconhecido pelo sucesso?

Você prefere fazer um show para dez mil pessoas ou para as moscas de um boteco qualquer? Prefere receber um disco de platina ou um tomate? Tudo bem, eu ia achar o máximo receber um abacaxi do Chacrinha.

Cinqüenta por cento dos tweets são de autopromoção. Quem não quer ter milhares de followers no twitter? Amigos e fãs no Facebook, Likes no Instagram, centenas de milhares de acessos no blog. Escrever um best-seller ou ter um recorde de bilheteria?

De uma forma ou de outra, todo mundo adora um confete. Tem gente que não sabe ouvir, gosta, mas finge não ligar. Tem gente que pede até conseguir e há muitas, muitas pessoas que são só elogios para si mesmas.

Todo mundo quer ser um sucesso. Seja no trabalho, na família, na escola ou na conta bancária. Felizmente, ninguém consegue ser um vencedor em todas as áreas.

Podem dizer que é carência, necessidade de aparecer, de ser aceito pelos outros, mas, no  fundo, todo mundo gosta de ter o ego massageado.

Por isso, aceite todos os elogios. Se recebeu, é porque você merece. Ou você acha que as pessoas saem aplaudindo qualquer pessoa por aí? Mas cuidado: existe uma enorme diferença entre você ter vaidade e a vaidade possuir você.

Matheus Tapioca

carinha_farinha

Texto: Matheus Tapioca
Ilustração: Michel Neuhaus

Matheus Tapioca

BRAVO! BRAVO! BRAVO!
Anúncios

Tags: , , , , ,

6 Respostas to “BRAVO! BRAVO! BRAVO!”

  1. carina Says:

    O elogio é perigoso também… de simples amaciante de ego pode virar até uma arma poderosa de manipulação.

    Por isso temos que ter auto-estima para distinguir um elogio sincero de uma mentira interesseira.

    Falou a amarga rs.

    Boa a reflexão, Tapis. (foi sincero)

  2. João Aranha Says:

    Exato. Direto. Atento. Bravo! Abração, João Aranha.

  3. Mali Says:

    Eu adooooooro um elogio! Aquele estranho que vc nunca te viu na vida, mas que vc foi simpática com ele dando uma simples informação. Ele apenas fala que vc foi muito legal, e vc vê que foi sincero!
    Ahhh e quem não gosta?!

  4. Carina Says:

    Concordo, concordo!

    Mas na minha opinião, aproveitando a deixa da xará, o perido não está nem no elogio, e sim no ego massageado. Quantas e quantas mancadas não foram dadas em um momento de êxtase pessoal?

    Adoro um elogio… e muito! Mas me esforço para manter o pé no chão! ^^

  5. andreia Says:

    Confete adoro, mas aqueles de chocolate (casquinha de amendoim e recheio de chocolate, humm!)
    Ego inflamado é um perigo…Gosto de ser elogiada quando realmente a pessoa percebe minha intencionalidade, isso é um elogio que nos legitima a identidade. Mas há um caminho tentador de buscar meios de ser elogiado buscando essa tal aceitação,fazer esse agrado ao outro…isso pode nos roubar de nós mesmos! Vê só como to Budista hj, ñ vai me elogiar,pô?!!rs…
    Vou juntar uma grana, pra encomendar um troféu no modelito aí para vc.
    AP

  6. geissonsoares Says:

    Bravo!! Bravo!! Bravo!! Sem falsa modéstia… ah deixa pra lá (já é falsa!)! Continue assim man: limpo, livre, direto e de fácil digestão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: