EU NASCI VELHO

Michel_Neuhaus_jovem_velho

Eu também nasci velho. Tenho problema na coluna, pedra nos rins, gota, sou careca e nem um pouco parecido com Brad Pitt.

Nunca quebrei uma janela, nem um osso. Nunca tomei um ponto, nem uma Benzetacil. Nunca fui irresponsável. Nunca me perdi em shopping. Nunca quase morri.

Fico enjoado em Montanha Russa, passo mal em Pula-Pula e Bate-Bate me dá dor de cabeça. Nunca fui bom em nada, nem na escola, nem na rua. Sempre fui preocupado, com o que? Com nada. Criei muito problema, compliquei muito a vida.

Sou ranzinza, mal humorado, não acho “nada engraçado/Macaco, praia, carro/Jornal, tobogã/Eu acho tudo isso um saco…”. Não tenho mais saúde para rave, nem idade para baladas.

Mas aprendi que é ótimo ser criança com maioridade. Posso aprontar e não tomar palmadas, me picar de Salvador, de São Paulo, do Brasil, do planeta Terra. Descobri que é maravilhoso ser infantil. Deixei de crescer. Gente madura é gente chata e triste. Quero ser verde. Verde de cair do pé. Do pé de jaca. Do pé na jaca.

É bom ser criança sem fralda pra trocar, nem precisar chorar para mamar. Sem pai, nem mãe pra buzinar e filho pra chorar. A partir de agora, minha vida vai ser de recreios. Quem quiser brincar, é só me ligar. E no meu próximo aniversário vai ter brigadeiro pra comemorar.

Matheus Tapioca

carinha_farinha

Crônicas do cotidiano. Toda segunda uma nova.

Matheus Tapioca

Anúncios

Tags: , , , ,

29 Respostas to “EU NASCI VELHO”

  1. Tatiana Says:

    não terá balões? eu quero balões no aniversário!

  2. Ana Cristina Says:

    Ah, que legal!
    Bom perceber que dá pra ser criança em qualquer idade!
    Bem Benjamin Cutton esse texto, non?
    Nasce velho e com o tempo vai ficando mais jovem.
    Quem sabe não tá na cabeça a fonte da eterna juventude? rs
    Beijo!

  3. cassis Says:

    tô esperando a data da brincadeira..espero que o brigadeiro tenha vindo de salvador :)

  4. Grazi Says:

    Olha, em minha infância fiz tudo que vc não fez. E meu coração gostou tanto que se recusa a crescer. Adoreiiiii…

  5. jorge jr. Says:

    ilustração bela; texto idem.

  6. Anjelica Says:

    aiai queria ser criança pra sempre!!
    Sei que é impossivel, mas…
    Lindo texto…adorei.

  7. João Aranha Says:

    Muito bom! É isso aí, Tapioca! Brincar é preciso. Sou adepto. Abraço, João Aranha

  8. juliana Says:

    adorei! muito bom!

  9. Camila Says:

    E se vc fosse um legítimo capricorniano saberia o que é ser velho quando se está novo e que será novo quando estiver velho.
    Muito boa a crônica!

  10. Pedro Says:

    Eu ainda gosto de brincar de médico.

  11. Gabi Says:

    Humm… sou da opinião que quando você tiver um filho, poderá ter uma segunda chance de viver sua infância plenamente, redescobrindo a vida através da visão de mundo dele(a).
    Muito piegas??.. É a gravidez, desculpe! Rsss…

  12. Gabi Says:

    Como eu faço prá ter um “desenhinho” ao lado do meu nome como todo mundo tem? Bjs

  13. Igor Says:

    Gostei muito do texto! Fiz tudo isso na infância e continuo fazendo, já quase morri e tomei vários pontos, continuo na balada e adoro uma montanha russa! Meto o pé na Jaca direto =P

    Gostei de mais do seu blog! Abraços

  14. Hylton Says:

    Somos opostos então….benzetacil pra mim era leite, só não quebrei a cabeça, já o resto! Mas viver é mto bom, viver intensamente é bem melhor…o triste é a dor na clavícula depois de 3 quedas de moto!
    Dica : vc pode batizar o brigadeiro com Whisky e me chamar pra festa!
    Maneiro seu blog !

  15. Danilacet Says:

    Não tive infancia, mas continuo tentando!

  16. Naiara Says:

    Que massa!!Eu nasci criança, e pensava que a maturidade era o máximo, imaginava que quando eu fosse adulta tudo seria diferente, mas me enganei; sou adulta, mas continuo sendo criança, houveram mudanças, mas meu espirito infantil continua intacto.

  17. Malice Miller Says:

    Muito bom…

  18. Mumme Says:

    Zero sempre te zoava quando tu falava goooota. Época maneira.

  19. Manupe Says:

    Texto redondinho do começo ao fim. Fiquei pensando depois que eu também quero isso tudo, mas sem parecer idiota. Alma de criança e não uma adulta infantilizada.

  20. Rocque Says:

    Trabalho com o Zero e ele me indicou seu site. Fantástico! Parabéns.

  21. Mali Says:

    Menino!!!
    Adorei!!!
    As meninas(Jai e Mine) comentaram do seu blog e resolvi dar uma passadinha!
    Um beijo

  22. Verônica Says:

    Não quero te desanimar, mas a maturidade chega… Quando rola essa crise de negação da mesma, é pq ela já se faz presente!

    Mas tenho um antídoto pra chatisse da maturidade: idiotice!

    Sejamos maduros idiotas!

    Eu acho q to nessa, sabida e besta, ao mesmo tempo! E to me amando assim!

    Beeeeeeeeeeeijos

  23. di Says:

    nem a negação, nem a assumidade, bacanice n tem idade!!

  24. Sarah Bruno Says:

    Tmb vivo assim, mas a melhor parte da infancia aqui, e requisito principal para tal, vc nao citou: “tocar a campainha alheia e sair correndo” Aaaahhhh vai …. ainda mesmo sendo um “adufantil” ainda temos pique para isso…. Realmenete dependendo da idade do adulto fica até feio vê-lo em raves e algumas baladas. Seria mais ou menos como ver meu pai por lá…. na mesma hora me transformaria em uma ema e no primeiro buraco enfiaria a cabeça dentro… bom cada um deve viver o seu tempo, claro que sem esquecer da responsabilidade que lhe é dada, que para mim são, trabalhar, pagar as contas e dar uma boa educação aos filhos, enqto ao resto… vou ser metida a adulta, careta e certinha pq? eu nunca fui assim….. sou irrespnsavel mesmo, mas irresponsavel como criança. Nao tenho medo do perigo (Super Mouse ) hahahaha…. sem preocupações com o que Nostradamus disse hahahahah… enfim…….. nao esqueça dos balões, da lingua – de – sogra, chapeuzinhos, e claro so show dos palhaços…..

  25. larissa Says:

    ahhh. eu cai e muito. e caio quando eu quero, se é que me entende… hahahaha

  26. Maria Alessandra Calheira Says:

    Me convide ;-)

  27. Tereza Cristhina Says:

    Parabéns! Pelo texto e pela vida! =)

  28. andreia Says:

    e

  29. andreia Says:

    E aí velhinho? Me conta como se picar “do planeta”- essa é boa!
    Agora se a questão é meter o pé na jaca, posso até dar curso.rs…
    Boa, aproveita, “seje” criançaa!!! (não seja infantil, k é tão porre quanto senil).Entendeu, não?!não faz mal, ninguém entende msmo!
    AP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: