DOMÉSTICA

Bansky

Bansky

Todo mundo tem uma história com uma empregada doméstica. Desde a perda da virgindade até de uma jóia valiosa. Se aqui, em São Paulo, a gente tem contato com baianas, paraibanas, sergipanas e cearenses esquisitas, imagine quando você mora lá.

Já pedi para Salete fazer uma salada de frutas e a criatura foi literal: cortou a laranja em gomos e colocou em cima da alface, picou a uva e jogou como se fossem azeitonas, cortou em rodelas uma maçã, em cubos o mamão e em tiras a banana, só faltou jogar azeite e vinagre para temperar.

Um amigo fez um bolo de maconha e a diarista comeu sem saber de nada. Na semana seguinte, perguntou se passou mal e ela respondeu: ”Que nada menino! Cheguei em casa, vesti a melhor roupa, sai com meu marido e só chegamos em casa de manhã.” Quando soube dessa história, lembrei na hora da música ‘Valsinha’ de Chico Buarque.

Você assistindo à sua novelinha básica, todos deitados no sofá e eis que chega Suzana, uma negona de 1,88m, se deita no chão, no meio da sala e começa a fazer flexões, abdominais, até que apóia o quadril com as mãos e começa a “andar de bicicleta” com as pernas pra cima. Tudo isso com os olhos fixados na TV.

Sayonara (com ipsilone) lavou os banheiros da casa com querosene. Isso mesmo. Q-U-E-R-O-S-E-N-E!!!! O que leva uma pessoa a lavar o banheiro com querosene? Tentativa de homicídio? Queria flambar? Eu saia do banho com cheiro de mecânico.

Chamei Lucilene para almoçar comigo, pedi comida chinesa. Quando eu falei para ela sentar, quase chorou:

– Você é casada, Lu?

– Divorciada, Seu Matheus.

– Há quanto tempo?

– Quatro anos…

– Nunca arranjou um namorado?

– Não… Respondeu ruborizada.

– Mas por quê? Você aí, cheia de saúde, de amor pra dar, com três filhas criadas!

– Aaahhhh… Eu sou de Cristo agora e ainda gosto do meu ex-marido. Aquele cachorro… Batendo três vezes na mesa.

– E ele gosta de você?

– Aquele cachorro chora toda noite pedindo pra voltar… Mas ele me traiu com minha prima!

– Traição é fogo, né?

– Então, não é?

– Mas você não ama ele? Não pensa nele todo dia? Não vai dormir pensando nele? E acorda com ele no sonho, no pesadelo?

– O senhor lê pensamento?

– Então, perdoa ele. Você conhece este biscoito?

– Não.

– Ele é o Biscoito da Sorte. É uma tradição na China. Antes de comer, você tem que quebrar e ler a mensagem. Quebre o seu e leia.

– “O vento arranca as árvores solitárias”.

Matheus Tapioca

carinha_farinha

Toda segunda uma nova crônica. Acompanhe.

Matheus Tapioca


Tags: , , , ,

15 Respostas to “DOMÉSTICA”

  1. Carlinhos Says:

    Final poético! E eu achei que no final você ia ter terminado enroscado com na cama com ela!!! Acho que tem mais história pra contar hein?!? Rss!!

  2. Jana Says:

    E quando você guarda aquela “Nhá Benta de Maracujá da Kopenhagen” por duas semanas e descobre que ela comeu exatamente no dia que você desistiu do regime?! De chorar….

  3. jorge jr. Says:

    eu juro que imaginei um final mais “pornochanchada” com lucilene.

  4. boi Says:

    minha mãe pediu um rosbife pra janta…
    chegamos na mesa, e lá estavam: arroz e um (veja bem 1) bife, pra família de 4 pessoas..
    quando perguntada, nossa querida leninha (ficou com a gente mais 12 anos) rebateu de bate pronto: “ué dona regina, a senhora pediu pra fazer o arrozbife, taí”

  5. Gabi Says:

    Fantástico! Quase choro no final… hahahahaha… sério!

  6. Denise Abe Says:

    Tapioca, desta vez vou ter que concordar com a Jana, porque “felizmente” ou “infelizmente”, empregada tem esse pequeno defeito, claro que entre, muitos outros…. como manchar aquela blusa preta novinha com candida, ou queimar a camisa mais cara que você acabou de comprar, só porque tava um pouco amassada, mas o pior mesmo e você chegar com a boca cheia de agua, pronta pra comer aquele pedaço de pizza de ontem e descobrir que ela já era… Coisas de quem depende delas.
    Bjs e até mais.

  7. Andréa Says:

    Cada dia um texto mais adorável que outro! Beijos, amigo!

  8. Grazielles Says:

    Meu único problema com empregadas por aqui são as faladeiras… Eu louca para terminar os artigos de trabalhos da faculdade e elas contando caso. Ainda mais quando descobrem que sou sergipana… As duas que conheci são louquinhas para conhecer minha terra… e la se foi uma tarde…

  9. carina Says:

    Nossa! Eu tava ouvindo uma música suuuuper melancólica agora e lendo esse texto… Deu vontade de chorar. A Lu voltou com o marido?

  10. Extenze Says:

    I usually don’t post in Blogs but your blog forced me to, amazing work.. beautiful …

  11. Guilherme Says:

    Realmente tem cada história…
    Uma vez minha mãe falou para a empregada que estava começando em casa: Depois de arrumar a cosinha do café, varra o quintal e molhe as plantas… E ela fazia isto todos os dias… Mesmo quando chovia!

  12. Verônica Says:

    Conta aí, ela voltou pro marido? kkkkkkkkkkkkkkk

  13. Leila Says:

    Vou tentar essa “salada de frutas” de Salete, parece boa…

  14. di Says:

    lá ele!!! (o vento)

  15. Neide Says:

    Tapioca, acho seus textos impagáveis. Quando teremos o 1º livro?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: