CARNAVAL DE 1992

Salvador, carnaval de mil novecentos e noventa e dois. Que eu me lembre, foi a primeira e única vez que fui para a avenida vestido de mulher. O figurino, o armário da senhora minha mãe: saia indiana, sutiã GG, maquiagem, purpurina, dois pares de meias para o sutiã GG e muito amor para dar.

Foi uma turma grande fazer o “make” na casa de um dos travestis. Não sei se você sabe, mas isso exige um certo teor alcoólico. Era um bando de homem bêbado, vestido de mulher, tentando se maquiar. Blush, sombra, lápis, pó e muita purpurina.

A nossa primeira vítima foi a primeira que passou: o Bobô, aquele ex-jogador que foi daquele ex-time chamado Bahia. Ele mesmo. Saiu completamente beijado com os piores batons do mercado e cheirando a perfume “espanta nigrinha” de tanto ser esfregado por nós.

Mexendo com Deus e o mundo, um carro de família (pai, mãe, dois filhos) buzina para a mulherada abrir caminho. Não deu outra: arrancamos o pai pela janela, o jogamos em cima do capô e passamos o mesmo corretivo que Bobô. A mulher ria, os filhos choravam e o pai se entregava.

Sair de mulher no carnaval é o passaporte para a alegria. Passa a mão na bunda do guarda, briga com patricinha, se alia aos gays e ainda consegue um beijo da gatinha que achou você um charme.

Saia indiana na altura do peito, sobre o sutiã GG, com dois pares de meias. Na cabeça um lenço, uma pena vermelha na orelha, batom vermelho “nos beiço”, purpurina pelo corpo e o perfume da faxineira. Puro glamour!

Até hoje não sei como cheguei em casa e quem eram os amigos que estavam comigo vestidos de mulher. Mas nunca vou esquecer que perdi as chaves e minha família inteira tinha viajado. Tentei empurrar a porta, em vão. Comecei a chutar, nada. Então parti para a agrestia: dei distância, corri e, com o calcanhar, dei a maior pancada na porta.

Ela continuou em pé, porém, como era oca, prendeu meu pé para dentro do apartamento. Meu pé entrou na porta e eu fiquei pendurado. Gritei o nome do meu vizinho até ele vir me ajudar: Seu Rozendo! SEU ROZENDO!!!

Agora imagine a expressão dele ao me ver pendurado na porta, vestido de mulher, às cinco horas da manhã. Seu Rozendo nunca mais me olhou do mesmo jeito.
Matheus Tapioca

carinha_farinha
Vote no Farinha no Prêmio Top Blog. Clique aqui.

Tags: , , , , , ,

12 Respostas to “CARNAVAL DE 1992”

  1. Jana Says:

    MUITO BOM!!!!!!!!!!!
    Imagino a cara de Seu Rozendo…. ahahahahahahahah
    Parabéns!
    Bjs,
    Jana

  2. Andréa Says:

    Como é que eu nunca soube disso antes? hahahahaha Será que se um bando mulher se vestir de homem é divertido assim? Adorei!

  3. Jana Says:

    Boa Déia, adorei a idéia!
    Vou aproveitar e ir de bombeiro pra ver no que dá…
    bjs,
    Jana

  4. jorge jr. Says:

    eu não sabia dessa.
    isso é fantástico; esses momentos valem uma vida.
    me deu uma nostalgia de 1992 que vc nem imagina.
    beijo.

  5. Luluba Says:

    Teteu, Não foi nesse mesmo ano que fomos para lavagem do porto da barra e que Rita e Paula fizeram xixi nas calças!!

    Muito bom!!!

  6. Mile Says:

    como pode ser tão tipo !! muito engraçado !!!

  7. luizkz Says:

    A parte que você pegou o telefone do Bobô você não contou por que? Sensacional!! Diria mais, diria que é sensacional!

  8. Izabella Says:

    Parabéns! Mto legal o texto! Ai carnaval…queria ter vivido essa época também….

  9. Verônica Says:

    Só rindo mesmo… E mulher de homem? Já viu? Uma sensação… kkk

  10. Leila Says:

    kkkkkkkkkkkkk quem não bebe tem história??

  11. trio eletrico Says:

    Parabens pelo blog!
    Estou enviando esse site pois acredito ser muito pertinente com o assunto
    trioeletrico.net.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: