PROVAÇÃO

A vida é uma eterna provação. Você já começa a vida chorando. E quando resolve não chorar, recebe logo umas boas palmadas do obstetra. Lá dentro era quentinho, escurinho. Dormindo, você não acordava nem para comer. Agora tem que chorar para comer.

A vida não sossega. Tem que acordar, comer, trabalhar, comer, dormir, acordar de novo. Comer de novo. Trabalhar de novo. Dormir de novo. Não dá nem para mudar a ordem. É sempre Ano Novo, carnaval, semana santa, finados, Natal e réveillon novamente.

Sua mãe quer que você seja médico, seu pai engenheiro. Você nem sabia que aqui, fora do útero, precisava trabalhar e já vem com uma profissão. Você passa a infância, a adolescência e a juventude, as melhores fases da vida, dentro de uma sala de aula, com persianas brancas, ar-condicionado ligado e, para torturar ainda mais, as meninas não podem usar nada que seja dois dedos acima do joelho.

Se Deus fosse mais esperto, inventaria um mundo menos complicado. A gente nem se criou direito e tem que criar um filho. Por que a gente tem que ter filho? Para não ficar para titio? É ruim ser titio? Aí, Deus e todo mundo pergunta: quando vem o primeiro? Primeiro o que? Primeiro eu!

Aí, você cresce. Vai trabalhar de trem, onde a estação está à margem do rio Pinheiros, o esgoto de São Paulo. Faz nove graus centígrados com aquele aroma de flores do campo. O trem chega, você não consegue entrar de tão lotado. Espera o próximo. Este chega e você consegue entrar. O cheiro do esgoto se mistura aos da roupa de frio guardada. Isso às sete da manhã. Para que passar por mais essa provação? Para trabalhar.

Beleza, passar 25 anos estudando deve servir para alguma coisa: trabalhar.
Como sempre, você dá bom-dia para todo mundo, sendo que você não conseguiu dar para seu filho. Beleza, este sacrifício deve servir para alguma coisa: trabalhar. De tanto trabalhar, você precisa crescer, ser promovido, ganhar muito dinheiro e dar menos bom-dia para seu filho.

Mas como a vida é uma provação, aquela pessoa que deixou você dormindo durante nove meses, naquele escurinho, quentinho, morre. Você tem que ser forte. Levantar a cabeça. Para que? Trabalhar.

Trabalhar tanto deve servir para alguma coisa: você tem uma crise renal, uma dor que, dizem, ser comparável à dor do parto, aquele que você participou, lembra? Você pede desculpas ao seu chefe por ter passado o dia no hospital, recebendo analgésico na veia. Para que? Para não perder o emprego e continuar trabalhando.

Dia seguinte, você tem que pegar o mesmo trem, mas com um sorriso no rosto, porque você precisa ser forte e trabalhar. Mas, no caminho de volta para casa, você desce uma medíocre, insignificante escada, e… Pimba, quebra o pé. A vida é uma eterna provação.

Mas você tem que ir trabalhar, de muletas, pedras nos rins e nem uma mãe para te dar colo. A gente fica triste, cansado, se pergunta se vale à pena ter saído do útero.

Passar por isso tudo deve servir para alguma coisa: serve para a gente descobrir que não dá para ficar deprimido a vida inteira. Que não dá para chorar toda vez que quiser mamar. Você tem que vencer todos os obstáculos, mesmo que sejam todos ao mesmo tempo. E se não for assim, é porque está na hora de morrer.

Matheus Tapioca

carinha_farinha

Toda segunda uma nova crônica. Acompanhe.

Matheus Tapioca

Tags: , , , , ,

3 Respostas to “PROVAÇÃO”

  1. Andrea Says:

    Adorei

  2. Paula Says:

    Cruel! Gostei muito desse! Beijos querido.

  3. Vânia Says:

    Nossa, ler isso como primeira leitura do dia me deprimiu!! Vc devia estar muito mal quando escreveu essa , não? Afinal, esqueceu de dizer da eterna luta contra a balança, da tristeza de nunca ter o suficiente para pagar todas as contas …Qual a solução? Fácil: Torne-se político! Pelo menos dinheiro fácil vc vai ter.
    Bjs.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: