MURIÇOCA

Uma pergunta ronda a minha cabeça: como as muriçocas sabem onde ficam nossas orelhas? O que elas guardam de tão especial? É uma adega com sangue de primeira? Se elas apenas picassem, vá lá. Mas não. Elas precisam ficar zumbindo a noite inteira no seu ouvido?

Muriçoca é o único inseto que a gente não tem nojo de matar com a mão. Muito pelo contrário. A gente se sente herói quando consegue pegar uma e vir, na palma, ela esmagada com o sangue que outrora fora seu. Não tem inseticida, sandália, vassoura, nada é melhor do que matar uma muriçoca com a mão.

Você está morrendo de sono, a muriçoca te acorda da pior maneira e, com sangue nos olhos, você até esquece que o sangue, que está na bundinha dela, vai manchar a parede ou o lençol.

É neste inseto que eu exercito todo o meu sadismo. Sinto prazer em matá-las. Adoro vê-las morrendo eletrocutadas por aquelas lâmpadas azuis. Você consegue enxergar ela se aproximando e, sem dó nem piedade: dziii. Sai até faísca, com direito a fumacinha.

Mas nada substitui a raquete elétrica. É uma das maiores invenções balísticas desde a Segunda Guerra Mundial. Ela é leve, tem botão de liga e desliga, possui cores variadas e sai por uma pechincha em qualquer camelô.

Com a raquete elétrica, você nem precisa levantar da cama. A muriçoca está ao seu lado, alegre e serelepe, praticamente um bamby saltitante na floresta encantada, procurando sua orelha. Você finge que está dormindo, basta esticar o braço e dziii. Dependendo do momento, você pode até dar aquela risada de bruxo no fim.

Mas por que ele é o único inseto que a gente tem vontade de fazer justiça com as próprias mãos? Ódio. A barata é morta por nojo. A gente não tem ódio de mosca, tem nojo. Muriçoca a gente mata com a mão porque tem ódio.

E tem mais: elas nunca aparecem no frio. Quando a gente pode se cobrir por inteiro, elas não dão as caras. Mas quando está aquele calor de rachar, em que poderíamos dormir nus, de janela aberta, zium, zum, bziiiii…

E quando você vai acampar com aquela garota que sempre sonhou? Você, ela, a fogueira, a lua e, claro, a família dos borrachudos. Vocês dois passaram tanto repelente que sentem que estão beijando um tubo de inseticida. Daqueles sem CFC.

E existem várias espécies: maruim, pernilongos, aedes aegypti. A primeira tem uma picada que dói e a última pode até matar. Por mim, tolerância zero com os mosquitos. Que se dane o Greenpeace, que se danem os sapos, lagartixas e aranhas. Eu quero dormir.

Segundo pesquisas minhas da atualidade indicam: o melhor remédio contra mosquitos é ter ar-condicionado no quarto. Mas se não tiver grana, passe repelente, principalmente, nas orelhas.

Durma bem.

Matheus Tapioca

carinha_farinhaMatheus Tapioca

Matheus Tapioca

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , ,

33 Respostas to “MURIÇOCA”

  1. Guilherme Says:

    Finalmente esse troço voltou a funcionar!!! Texto genial!!! Parabéns!!!!!!

  2. Gabi Says:

    Pro inferno essas malditas! P.S. Também odeio baratas e mais ainda as moscas apesar de também sentir nojo.

  3. Andrea Says:

    Muriçoca raramente aparece em apartamento, mas em casa parece praga. Também odeio esses bichos. Morte às Muriçocas! Divertidíssimo!

  4. jorge jr. Says:

    só não esqueça de traduzir “muriçoca” pra paulistada… rs… este foi um dos meus preferidos; adorei.

  5. adson Says:

    cara axei massa ó o texto, td a ver com aki em ksa!Raquete elétrica veio pra arrasar mesmo com essas praga, é um novo esporte!ahuaha vlw

  6. Nina Says:

    Matheus, gostei muito desse texto!
    Juliana Gerber recomendou seu blog, depois de muito tempo lembrei da recomendação e resolvi conferir. Massa, como dizem (ou diziam?) os baianos (aprendi com meu ex-namorado soteropolitano).
    Apesar de bióloga, tô fora do Greenpeace. Eu quero dormir bem e acordar com a pele linda e lisinha. Se não tiver mosquiteiro, vale a raquete elétrica.
    Beijos da Nina

  7. Fernanda Ruas Says:

    Até que em fim .. vejo alguém que conhece esse termo para este inseto “MU RI ÇO CA”.

    Foi emocionante ler o texto, foi mais emocionante ainda encontrar no twitter alguém que soubesse o que significa muriçoca, já que sou alvo de piada, por sempre dar nomes estranhos as coisas.. rs rs Sempre tenho que informar que sou BAIANEIRA, pois venho de uma cidade que faz divisa com a BAHIA e como ESPÍRITO SANTO, porém utilizo termos como mainha, painho, brasinha e afins ..

    Muito bom!!

  8. Italo Ramos Says:

    SIMPLISMENTE FENOMENAL….
    uhauhauahuah

    O TEXO EH GENIAL CARA, PARABENS AEW.

    E DIGO MAIS, MURIÇOCAS DEVERIAM SER EXCLUIDAS DO RAMO DOS INCETOS E CONSIDERADAS PRAGAS URBANAS..

    ATE MAIS…

  9. Gabriela Pessôa Says:

    FUDEROSO!
    Preciso dizer mais? :D

  10. Bruno Says:

    Oxe, pois aqui no meu apartamento é o que mais tá aparecendo, agora. Não sei que diabo tá havendo aqui, mas nos 3 últimos meses, vieram como uma praga. E moro aqui há quase 10 anos, nunca apareceram tantas, em nenhum momento do ano.

    ODEEEEEEIO MURIÇOCAS!!!!!!!!!!!! Sinto um orgasmo cada vez que mato uma delas. São insuportáveis, sério, dá gosto matá-las. Antes eu nem ligava muito, mas agora faço questão. Toda noite mato pelo menos umas 7.

  11. Apaixonadas Pela Beleza - Dina Says:

    A raquete é excelente…kkkkk, parabéns pelo texto muuuitoo bom..rsrs

  12. adri Says:

    aqui tem tanta muriçocas que pareço que estou sambando tentando mata-las eu odeio elas odeio… até meus cachorros as odeiam..rss

  13. Fabio Says:

    Cara irado o texto mas o mais importante vc nao disse como que acaba com essas pragas !!! Vou te dizer raquete eletrica eh otimo mas depois de um mes matando mais de cem e sem mentira, por dia vc nao aguenta mais, manda uma solucao ai ….

  14. Sra. Viegas Says:

    Aqui no Pará, falamos ”carapanã”. Mas o pobre bicho é odiado em qualquer lugar, o nome que o chamamos é o que menos importa, afinal, ele aparece sem convite mesmo. :D

  15. Maria Enise Costa Nogueira Says:

    Adorei o texto. Sou de São Luís – Maranhão e lá usamos esse termo para os infernais pernilongos.
    Estou em São Paulo e estranhei o termo “borrachudo” para todos os insetos o que para mim, tem grande diferença, a começar pelas famílias. Cada uma tem a sua.
    O primeiro vive frequentemente dentro das casas ou em seus arredores, enquanto os borrachudos são encontrados perto de córregos e rios de água com correnteza límpida e transparente… Na minha terra os chamamos de “pium”…..Termo que para muitos é estranho. Fazer o que? rsrsrs

  16. Henrique Says:

    vc já bateu palmas com as solas dos pés? uma vez eu matei uma muriçoca assim… foi memorável…

  17. Mailson Says:

    Otimoooooooooo!!!! Me acabei de dar risada com o seu texto “Matheus Tapioca”. vou ler todas que vc publicar.

  18. rafaela Says:

    não intendi nada eu quero saber como matar ela entendeu!!!!!!!!!!!1

  19. João Martins Says:

    Gostei da farinha de tapioca!

  20. manoela Says:

    essas malditas sempre morde a minha boca,
    eu simplesmente as odeio. adorei o texto

  21. RRaylan Says:

    Rachei de rir

  22. Ricardo Says:

    A raquete é ótima, mas só funciona quando vc está acordado, sendo assim, o que fazer contra estas malditas quando estamos dormindo? Saiba que existe uma solução: entre no Goole e pesquise a palavra papamosquitos, acesse o site sugerido e descubra como DORMIR BEM.

  23. geovanna Says:

    eee da vontade de dar logo uma tiro nessas pragas e que so apaarecemno verao maoir carlosao mesmom odeio elas .

  24. geovanna Says:

    e muricoca e praga mesmoooooooo.

  25. Renata Says:

    É a mais pura verdade
    eu rachei de tanto rir

  26. ivanete Says:

    muito bom o texto, mas não resolveu nada…..elas continuam não deixando ninguem dormir….eu quero é solução menino!!!!!!o pior sabe -se lá se vem um mosquito da dengue junto!!!!!!!huuuuuuuuuuuuuuummmmmmmmmmmmm……só rindo mesmo, mais dormir que é bom !!!!!!! nada…..

  27. Ricardo Says:

    Excelente texto, mas problemas com muriçocas e mosquito da dengue é coisa do passado. Já chegou no Brasil o PAPA~MOSQUITO, o exterminador de muriçoca que funciona à base de Fotocalização, sem veneno, cheiro, refil ou eletrochoque. Confira no site: https://sites.google.com/site/papamosquitos/
    A vantagem é que você pode continuar usando a raquete, enquanto estiver acordado.
    Boa Sorte

  28. Nayara Says:

    Muitoo boom o textoo… aqui em casa tem demais, o jeito é passar a noite toda com o ventilador ligadoo.. mais tbm nenhuma ousa chegar perto kkkkkk

  29. Bruno Souza Says:

    Ódio é pouco! Aqui em casa, já matei numa noite só, umas 50 muriçocas. Grande raquete elétrica!

  30. Elisangela Says:

    Esses mosquitos insuportáveis mim incomodam à toda noite, mesmo fechando as janelas e portas mais cedo, de nada resolve. Ai que raiva delas. Bizzzzzzzzzzzzzzz! Paft!!!!!!! Matei uma agora.

  31. Dé Romão Says:

    tudo passa menos a vontade de esmagar uma muriçoca com as proprias mãos

  32. Layce de Brito Aguiar Says:

    Sensacional! Muito, muito divertido.

  33. Anonimo Says:

    Pensei que era só eu no mundo que tivesse o prazer de matar muriçoca ( a raquete é minha parceira de trabalho ) i a melhor parte é da aquele salto olímpico para pegar ela no ar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: