BALZAQUIANAS

Não importa a idade do homem, ele sempre vai preferir uma balzaquiana. Desde bebê ele já mama de uma provável mulher de trinta. E essa afinidade vai até a velhice, quando eles arranjam uma mulher trinta anos mais nova.

Os homens preferem sair com uma balzaquiana porque ela é diferente de qualquer outra pré ou pós-Balzac. O papo é diferente, o sexo é diferente, as preocupações, as encanações, as crises são diferentes. E tudo isso deixa ela muito mais provocante e sedutora. É o momento em que elas sabem usar todas as armas infalíveis para conquistar quem ou o que quiserem. As balzaquianas são gostosas e, para nosso sofrimento, sabem disso.

As pré-balzaquianas são ótimas, mas têm problemas com a saída da adolescência e entrada na juventude. Não sabem direito quem são, entram em conflito sem saber se querem namorar ou apenas curtir. Os papos deixam a desejar para o homem de qualquer idade. Homem nessa idade quer falar menos e beijar mais. Para os mais velhos, não precisa nem falar.

As pós-balzaquianas são mestres em relação às balzaquianas. Sabem tudo e mais um pouco. Quando pegam um homem de jeito, vira cachaça. Mas quando isso não acontece, entram em crise e acham que serão trocadas por uma mais jovem. Se transformam naquela mulher do filme Atração Fatal.

Tudo bem que as balzaquianas têm a crise de casar, ser mãe ou não ficar pra titia. Mas elas nunca deixam de se divertir com o homem errado enquanto o certo não chega. Quando pegam um mais novo ensinam um monte de coisa gostosa para a pobre criança. E quando fica com um trinta anos mais velho, ressuscita até defunto. Uma loucura.

Eu sei, elas querem casar. Vão falar de casamento na casa da família dela, na sua, semana sim, semana não. Mas como nós somos tolinhos, achamos que casar é o mesmo que ir para a forca. Às vezes é, mas com uma balzaquiana nem sempre.

Com uma balzaquiana você vai fazer tudo o que sempre quis desde os doze anos de idade. Ela vai gostar e até incentivar, porque ela também teve as mesmas curiosidades desde os onze. Vocês serão crianças balzaquianas, brincando de João e Maria: “a princesa que eu fiz coroar/ E era tão linda de se admirar/ Que andava nua pelo meu país”.

Matheus Tapioca

carinha_farinha
Por Matheus Tapioca

Matheus Tapioca

Tags: , , , ,

38 Respostas to “BALZAQUIANAS”

  1. jorge jr. Says:

    theu, vc marcou muitos pontos com esse texto, hein? rs…

  2. Andrea Says:

    Você não sabe como sinto-me feliz por ter 31. :) Uma balzaquiana que acaba de retornar a Salvador, hoje foi meu primeiro dia de trabalho. Texto ótimo (pra variar)!

  3. jana Says:

    AMEI!!!!!!!!!!

  4. carina Says:

    Adorei! Balzaquianas rules!

  5. silvana Says:

    Fiquei tão feliz em ler este texto!!!! Ganhei meu dia! Beijossss

  6. Tatiana Says:

    Genial seu texto.E viva as balzaquis

  7. Karenzita Says:

    Voce se superou com esse aqui em Matheus.
    beijo.

  8. Pat Barcelos Says:

    Lindo Texto! Nós, Balzaquianas agradecemos. :)

  9. Tatiana Says:

    talvez nem todos os homens… talvez só os mais interessantes =]

  10. Karine Says:

    Não sou balzaquiana, mas também adorei!
    =)

  11. João Aranha Says:

    Olá, Tapioca! Gostei muito desse texto, não só pela escrita, mas pelo argumento. Vi seu blog outro dia, mas não lembro quem me passou, mas gostei muito. Você escreve bem, tem um humor diferente e sabe formatar uma tese que vai direto ao ponto. É isso aí, parabéns! Eu também tenho um blog de poemas e crônicas, com minhas reflexões cotidianas e devaneios poéticos. Quando der, passe lá: http://reverbera.zip.net
    Um brinde às balzaquianas! Honoré era o cara!
    Passarei mais por aqui.
    Um abraço,
    João Aranha

  12. NEUSA Says:

    Barbaro!

  13. Ju Gerber Says:

    Theeeeeeeeeeeeu vc praticamente salvou minha vida!!!!!!!!!!!

  14. Ana Lucia Says:

    Eu gostei, por razões óbvias. Óbvio. Mas nenhum rapaz assinou sua opinião embaixo. A auto-propaganda do João não vale… Tem nenhum amigo macho, não, pra concordar contigo? Beijo

  15. sarah bruno Says:

    “Com uma balzaquiana você vai fazer tudo o que sempre quis desde os doze anos de idade. ” Verdade…e como é verdade! Por isso serei assim uma eterna balzaquiana! Ganhei meu dia hj, aliás como o link só veio aparecer agora:GANHEI MINHA NOITE! bjooooooooooooooooooooooooooooooooo

  16. Antunes Almeida Says:

    As de trinta são boas, mas a minha experiência diz-me que a minha esposa tem 48 e está muito melhor do que com 30…muito mais solta…mais flexível…eu já não sei quem é Balzaquiana!! Pode-se ser aos 30…35…40…50 etc…

    Ok…para as de 40 0u 45 tudo está na vossa mente…

  17. Verônica Says:

    Óia pá isso…

  18. drico Says:

    Assino embaixo, Tapioca!!! =D

    HAhAHahHAhahaa… E precisando (muito!) evoluir pras balzaquianas!

    Texto Sensacional, cara! PARABÉNSS!!!

  19. Luís Filidis Says:

    Excelente a sua caneta!
    O conteúdo também é perfeito!
    Bingo mesmo!

  20. Gilberto Namura Says:

    Pronto, Tapioca, tá votado lá no peixe.
    Abraço.

  21. edhy santos Says:

    Adorei o texto…um presente p mim..vou postar no meu blog com os devidos créditos, tá?

  22. Quel Says:

    Muito bom!!!

  23. ju Says:

    Só conheci seu blog agora, uma pena!
    Sou uma pré-balzaca, faço 30 exatamente daqui a uma semana e apesar de tda crise existente, uma coisa é certa esta é a melhor fase na vida de uma mulher!

  24. Rubia Says:

    sabia que eu era foda!
    hahaha
    bjs

  25. Mary Bortolotto Says:

    Amei!!!! Amei tanto que postei no meu facebook para minhas amigas lerem!!!!

  26. Viví Lìmmà Says:

    PERFEITO!!!!! A opinião de um homem sensato faz toda a diferença…
    Parabéns!!!

  27. Luís Filidis Says:

    Inteligência sempre é atraída por inteligência.
    Uma não vive sem a outra.
    E há muitos tipos diferentes de inteligência.
    Por isso quando nos deparamos com um texto assim… parece que há uma identidade, um “re-conhecimento”.
    Parabéns e parabéns, muitas vezes, pela intuição, pelo desenvolvimento dessa intuição em palavras muito bem escolhidas e parabéns por dividir com seus leitores.

  28. andreia Says:

    hum…fazer auto promoção não é lega! Apesar de quase chegando na fase pós…continuo ainda descobrindo novas formas de ser perversa…rs…
    Tecla sap:
    Como hj em dia além de gostosas, tem independência financeira etc,
    Para um moleque, dá a maior moral com os amigos, além d possivelment tirarem muuito proveito dos demais prazeres proporcionados …
    para elas, pegar um garotão é pra humilhar mesmo, marmanjos e mocinhas…
    Que sejam protegidas dos velhos babões!Até levantar o defunto…CREEDOO!!
    Bom mesmo é o figth com um cara tão experient quanto,mas isso chega a proporcionar algum desafio embora, seja difícil(não sei, mas acho k já comprovaram cientificamente k homens não passam dos 13a,haahaa,ops…desculp a empolgação)
    Brincadeiras a parte teu texto me fez lembrar que já brinquei de João e Maria…Adoro a música…Uuuiiiii!
    Amigo, conheço as duas faces da moeda!
    Té mais, adoruu ler teus textos.

  29. blogdatyta Says:

    Tava escrevendo sobre isso mesmo! Foda, pq vc ja disse tudo. Eu odeio vc muitooooooooooooooooooooooooooooooo.
    é nhãooooooooooo!!!!
    muack

    “curtindo os meus 29, ansiosa pelos 31 e curiosa pelos 40”

  30. Lis Lorena Says:

    Nossa! Adorei! Bjs

  31. Gal Says:

    Balzaquiana assumida e com orgulho, abraço seu texto como um retrato feito por mãos conhecedoras desse tipo de mulher.
    Agora em mãos erradas somos um problema, hein…
    Beijão!!!
    (isso aqui está ficando melhor a cada visita que faço. Rs…)

  32. Elen Meira Says:

    Tapioca,

    Acabei de conhecer seu blog, através de minha amiga Andrea de SSA, nossa amiga em comum, que me enviou o texto das balzaquianas, o qual me identifiquei totalmente.
    Parabéns pelo belíssimo texto e que sua contribuição alcance mais pessoas sedentas de compartilhar experiências.

  33. Nádia Says:

    Nossa Matheus, não tô mais com medo de chegar nos trinta e agora quero estacionar nessa idade rsrs.
    Quando eu fiz 25 anos mudei muito, foi um divisor de águas na minha vida, mudei temperamento, personalidade, impressionante mesmo, o que será que vai acontecer nos 30? Ano que vem vou saber ;)
    Adoro seus posts, mais um que vou compartilhar.
    Grande beijo.

  34. Tatiana Says:

    Uma mulher balzaquiana não sabe a jóia rara que é. Antes sofre por não ser mais tão tola, tem crises de existencialismo, negativismo. Anda
    às voltas querendo ser adolecente e não admite o bom vinho que se tornou! Mas depois que passa essa fase propriamente ridícula, ela se torna uma mulher exigente e totalmente satisfeita com o seu ego. Palavras de uma mulher que sabe muito bem o que é ser balzaquiana

  35. Tina Maria da Bahia Says:

    Muito bacana!
    Como pós-balzaquiana… Ui, que medo de virar aquela mulher do filme Atração Fatal!
    Grande abraço.

  36. Gabi Says:

    Pura mentira! rs! Isso não existe, cara! Essa historinha é mentira, e mentira mal contada! Mulher q atinge os 30 vira a tia, perde a graça e o frescor da juventude! Fiz 30 anos agora em dezembro e não estou vendo beleza nenhuma em ficar velha!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: